Você é uma pessoa multitarefa?

Você certamente conhece gente que fala ao celular dirigindo, que tenta ler um e-mail enquanto aparente está atento à reunião de trabalho, ou que acessa as redes sociais enquanto teoricamente presta atenção à aula. Essa suposta capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo ficou conhecida como multitarefa e parece fazer parte dos pré-requisitos de um profissional de alta performance atualmente.

Embora em menor ou maior escala praticamente todos nós já executamos duas ou mais atividades ao mesmo tempo, quem é especialista no assunto afirma que esse conceito de multitask é mítico e, o que acontece, de fato, é que o nosso cérebro muda rapidamente o foco de uma tarefa para outra. Ou seja, até podemos executar várias tarefas ao mesmo tempo, mas as atividades serão executadas com mais probabilidade de erros porque nossa atenção está dividida.

Experimentos realizados na Universidade de Stanford revelaram que as pessoas que estão acostumadas a fazer diversas coisas ao mesmo tempo precisam de muito mais esforço para concentrarem em uma única atividade que demande um longo período de tempo. Os experimentos também revelaram que essas pessoas são distraídas por qualquer estímulo, além de errar e se irritar por qualquer coisa.

Ao contrário do que muitos pensam, a capacidade feminina de lidar com diversas funções ao mesmo tempo é igual a dos homens, segundo constatou uma pesquisa da Warwick Business School. Os estudos mostram que as diferenças entre o desempenho dos dois sexos é pequena, com mulheres sendo melhores em algumas circunstâncias e homens em outras. De acordo com a pesquisa, os dois sexos têm baixa capacidade de dividir a atenção.

multitarefa-2-vida-e-saudeO excesso de informações, o acúmulo de notificações, e a mobilidade tendem a fragmentar a cada dia mais nossa atenção. Por isso, se você percebe que seu nível de atenção está reduzido, que você já não está mais tão produtivo profissionalmente e isso tem a ver com a falta de concentração, tente detectar quais estímulos tem impossibilitado você de se concentrar. Veja, por exemplo, quanto tempo tem gasto com esses estímulos e tente suspendê-los ao menos temporariamente.

Se precisa terminar um relatório de trabalho com urgência, por exemplo, desabilite as notificações de atualizações do celular. A entrada de novos e-mails, além das notificações acerca de novidades nos comunicadores instantâneos e nas redes sociais, poderão desviá-lo da tarefa urgente – que é finalizar o relatório. Finalmente, vale lembrar que a concentração é um exercício, portanto gaste algum tempo diariamente em alguma atividade de atenção concentrada como, por exemplo, a leitura de um livro. Você conseguirá aproveitar muito melhor o seu tempo dessa forma!

katia-assinatura

Comentários:

2 comentários

Escreva uma resposta ou comentário:

ARQUIVO

FIQUE DE OLHO

Cerca de 30% dos recém-nascidos com menos de três meses de vida experimentaram açúcar e mais da metade dos bebês com menos de um ano tomam refrigerante com frequência, segundo pesquisa da Unifesp. Consequência: um terço das crianças no mundo está acima do peso ou é obesa. E crianças obesas na faixa dos 10 anos já tem artérias tão envelhecidas quanto as de adultos de 45.

Subir