Como organizar a geladeira

Muitas pessoas têm o hábito de manter a geladeira bem cheia, porém essa visível fartura pode significar desperdício e uma possível intoxicação alimentar. Essa superlotação na geladeira, com o excesso de itens, pode fazer com que alimentos sejam esquecidos e se deteriorem ou estejam em locais inadequados para a sua perfeita conservação e futuro consumo.

A organização da geladeira não é uma medida supérflua, mas uma questão de saúde, pois muitas vezes os indícios de que um alimento está estragado não são visíveis. Portanto, para uma boa prevenção, é preciso armazenar os alimentos adequadamente e ficar de olho na sua validade, no caso dos produtos industrializados.

Veja os locais adequados para o armazenamento correto dos alimentos e como aproveitar melhor a sua geladeira.

geladeira-organizacao-vida-e-saude

PARTE 1

A gaveta que fica longe do congelador deve armazenar verduras e legumes, tudo em sacos plásticos.

PARTE 2

Essa prateleira deve ser reservada aos alimentos que deverão ser consumidos rapidamente, como frutas maduras.

PARTE 3

As prateleiras do meio armazenam produtos como sobras das refeições, ovos e outros alimentos em processo de descongelamento. Tudo deve ficar em vasilhas com tampa, para não espalhar o cheiro dos alimentos.

PARTE 4

A prateleira superior armazena tudo o que precisa de mais refrigeração, como leite e derivados, patês ou embutidos.

PARTE 5

Congelador: Conservação de alimentos que necessitam ficar abaixo de zero grau, sempre identificados e com prazo de validade.

Porta da geladeira

Use esse espaço para guardar líquidos, bebidas de rápido consumo como sucos que já foram abertos, molho de tomate, geleia e demais temperos. Nunca coloque ovos na porta da geladeira. Eles devem ser armazenados em uma vasilha (não na caixa que vem do supermercado), na  prateleira do meio ou na superior.

adriana-assinatura

Comentários:

16 comentários

Escreva uma resposta ou comentário:

ARQUIVO

FIQUE DE OLHO

Cerca de 30% dos recém-nascidos com menos de três meses de vida experimentaram açúcar e mais da metade dos bebês com menos de um ano tomam refrigerante com frequência, segundo pesquisa da Unifesp. Consequência: um terço das crianças no mundo está acima do peso ou é obesa. E crianças obesas na faixa dos 10 anos já tem artérias tão envelhecidas quanto as de adultos de 45.

Subir